Quanto Investem Os Fundos Soberanos Em Portugal?

Quanto Investem Os Fundos Soberanos Em Portugal?

Quanto Investem Os Fundos Soberanos Em Portugal? 1

Os fundos soberanos são um ator robusto pela atividade corporativa a grau mundial, além de sutiã inegável para o mercado de renda fixa. Por setores, as maiores apostas estão concentrados em energia, com 1.349 milhões de euros, e o de infra-estruturas, com 653 milhões de euros. “Há interesse no imobiliário e de forma especial em logística”, adiciona Santiso, que adverte, contudo o risco de que Portugal fique à margem da última e grande aposta de investimento dos fundos soberanos: o setor tecnológico. A tecnologia tem sua 28,7% das operações realizadas em 2015, os fundos soberanos, um percentual que nem sequer existia três anos atrás.

O fundo soberano da Noruega tem uma posição de destaque pela dívida soberana e corporações cotadas espanholas. Em concreto, a sua localização em títulos soberanos espanhóis, era, em 2016, de 4.058 milhões de dólares (3.792 milhões de euros), um valor inferior em 20,5% ao do ano passado.

O fundo está também presente em 75 empresas espanholas, com inversiores por 8.900 milhões de dólares (8.320 milhões de euros), de acordo com detalhes de 2016 recolhidos na IE Business School. A tua presença no tecido económico português é a superior entre os fundos soberanos, onde assim como destaca os 177 milhões de euros do fundo do Alasca e os investimentos dos fundos soberanos de países árabes. Em vista disso, uma das maiores operações desses fundos teve uma organização espanhola, como foco, quando IPIC, o fundo de Abu Dhabi, obteve a Cepsa em 2011 por 3.650 milhões de euros.

Juntamente com a crescente aposta na tecnologia, outro dos traços que mais definem os últimos movimentos dos fundos soberanos é a sua aliança de investimento dos fundos de capital de traço ou private equity. “Os ativos reais, como o imobiliário e as infra-estruturas, agora representam 29% da carteira dos fundos”, diz Javier Capapé, diretor do Sovereign Wealth Lab de IE.

Mas é que esta jornada, por não ter, não havia nem sequer jogo de domingo, às 20.00 h será que Alguém acredita que é melhor ou mais pela tv um Atlético-Levante-feira às 21h00 de domingo no ‘prime time’ do futebol?

  • Não tenho fracassado, encontrei 10.000 maneiras que isto não tem êxito – Thomas Edison
  • Banco da Nação (2 escritórios, quarenta e oito agentes e 4 caixas automáticos (ATM))
  • dois Atribuíveis à organização do serviço
  • Università degli Studi dell’Insubria
  • 2 Tempo postrevolucionario
  • Uma transformação
  • Anunciar e conviver com Parkinson: etapas pro cotidiano
  • “Só” (“Alone”) (1829)

a Minha suspeita: a de que a LFP, ou quem quer que possa ser que coloca os horários, prefere se igualar um pouco, se com isto foder muito o oponente. Que a LFP, ou quem demônios, coloque os horários, deixou esse buraco no domingo pra botar à prova as rádios, com as quais mantém um contencioso por o canon, declarado ilegal pelo respectivo Governo.

Que a LFP, ou quem a controla, prefere arrancar a galinha dos ovos de ouro, mesmo com o risco de matá-la de frio, com tal de quedársela na domínio. Só conheço um coletivo capaz de diminuir um dedo pra poder matar o inimigo. Só imagino de alguns que extorquir dinheiro dessa maneira. Irão bem trajeados e com o queixo apontando para o céu.