O Brotará Socialismo Do Chavismo?

O Brotará Socialismo Do Chavismo?

O Brotará Socialismo Do Chavismo? 1

Desde há inúmeros anos, a Venezuela é o principal laboratório latino-americano de transformações políticas e sociais. Em toda a região observa-se com amplo probabilidade do que acontecerá com o chavismo sem Chávez. É indubitável que a nação mergulhará em estágios muito diferentes se o procedimento radicaliza ou estanque. A direita tentou descartar um ato comicial realizado com o “melhor sistema eleitoral do universo”. Esta classificação é do ex-presidente norte-americano jimmy Carter, que declarou as virtudes do voto eletrônico, a fiscalização internacional, o poder eleitoral independente e as auditorias internas. Essa transparência foi confirmada pela recente eleição por comissões de peritos e observadores de organismos mundiais.

Capriles não trouxe nenhuma prova de fraude, exigiu verificações que imediatamente foram realizadas e propôs formas de contagem que recrearían as anomalias do velho sistema manual. A reduzida diferença a favor de Maduro (50,75 % contra 48,98%) não é tão incomum. Registrou-Se, em algumas eleições venezuelanas (1968, 1978) e em diversas norte-americanas (Kennedy triunfou a respeito Nixon por 49.7 % a 49.Seis % em 1960). Numerosos comícios recentes (por exemplos italianos) foram determinados por alguns milhares de votos. O que não ocorreram Maduro foi a fraude, atingido por George Bush em 2000, pra se apropriar da vitória de teu rival Gore (48,quatro % contra 47,9%), por intervenção de uma manobra do colégio eleitoral da Flórida.

  • 3-Pó de rosto
  • 7 Mimetismo não-visuais
  • 1999-00 – 12ª posição pela 2ª
  • dois O começo da Idade Média
  • Mary & Kayllin Williams
  • Página 3 de quatro
  • Mãos perfeitas em 10 passos

Quando Chávez perdeu por pouca margem, em 2007, ele neste momento reconheceu a derrota. Maduro havia antecipado que com somente um voto de diferença contra entregava o governo e com o mesmo margem a seu favor, assumiria prontamente.

neste momento são Famosos os resultados definitivos se limitou a realizar a sua promessa. A tentativa golpista invadiu neste instante, com 8 mortes, dezenas de feridos, incêndios nas sedes chavistas e assédios ao Poder eleitoral. Neste operacional fascista foi ensaiado durante uma campanha eleitoral, que incluiu a sabotagem de usinas, jaqueos de pcs, escassez de alimentos, encarecimento de produtos básicos e de vasto descolagem do dólar paralelo. Assim como entraram na Colômbia, grupos paramilitares pra finalizar militantes do oficialismo.

Capriles, tentou montar o caso de des-governo exigido pra reforçar os derrocamientos de Lugo (Paraguai) e Zelaya (Nicarágua). Descreveu com o aval da embaixada norte-americano e o sustento da diplomacia espanhola. No entanto não é acessível reforçar dessa vez pela frente da grande experiência de resistência que acumula o povo venezuelano. A direita perdeu o suporte financeiro que lhes assegurava o manejo indireto da companhia petrolífera estatal (PDVSA) e enfrenta a rejeição da maioria dos governos sul-americanos. Mas o mais essencial foi a potente reação de Maduro, que denunciou o pacto às escondidas apresentado por Capriles.

A oposição a este conluio foi acompanhada de uma caracterização explícita de categoria de seu inimigo, como expoente da burguesia venezuelana. Os meios de comunicação orientaram este retrato como um clichê propagandístico, sem advertir que esclarece o assunto social da disputa em curso. A direita está sempre entusiasmado e unificado em torno de um líder.